domingo, 15 de fevereiro de 2015

Para quem gostar de ler (:

Uma carta: Um pedido de Desculpas


"Olá,tudo bem ? Eu espero sinceramente que sim. Aqui estou para tentar te explicar de forma totalmente indireta que não queria te fazer nenhum tipo de mal,mas na vida temos que tomar certas decisões e com todas elas,vem consequências,e a consequência da minha foi esse puta mal entendido (na verdade um compreendido de forma errada)...



Já não dava mais,não acha ? A gente brigava muito,discutia muito por coisas idiotas,e você dizendo que eu nunca mudaria. Porém,graças aquele seu alerta dizendo que eu nunca daria certo com alguém,  eu resolvi mudar para melhor...



E você talvez você se pergunte "por que só depois do fim você resolveu mudar ?",e eu te respondo no meio dessa carta que eu estou vivendo como se eu pudesse voltar ao passado e concertar todos os meus erros,e esse foi um dos motivos de que eu deixei as coisas terem seu fim,porque nada deu certo anteriormente,e não seria agora que daria certo. E nada dava certo para mim,sendo paranóica,idiota,possessiva e dentre outros vários defeitos que você já viu de perto. 




Sei que já não devemos explicações,mas eu não me senti bem em te fazer mal. Sei que para amenizar minha dor eu usaria a desculpa "Mas você já fez isso comigo anteriormente,e agora sabe como dói néh ?", mas não me sinto bem por isso,por que eu sei como dói e não estaria sendo uma boa pessoa fazendo você passar por isso só porque você me fez passar.



Não faço ideia do que você pensa sobre isso,do que você sentiu quando viu que eu segui em frente. Eu tentei avisar,você não quis escutar... tava muito ocupado tentando se afastar de mim,quando não reparava que quem já estava a quilômetros de distância era eu. 



Eu só queria falar,que mesmo com todo ódio do mundo e todas as coisas ruins que talvez você me deseja hoje em dia,eu quero que você seja feliz e que todos esses dias negros passem logo. Eu quero que você possa achar alguém para viver ,tudo o que eu deixei de viver com você e cumprir todas as promessas que me fez. 


Eu segui em frente,estou melhor agora. Achei o que tanto procurava,resolvi seguir todos os meus sonhos. A vida muda muito,e a pessoa que você tanto procura pode estar ali na sala ao lado,te olhando a distância e você passando os meses sem reparar. Resolvi abrir meus olhos,sair da minha zona de conforto e tentar o novo e não me arrependo de forma alguma. 


Eu não irei lhe dizer adeus ou um até mais. Mesmo que provavelmente a gente nunca mais falássemos um com o outro,sei que de forma ou outra notícias vão aparecer. Eu sei que talvez você nunca vai ler isso,porém não aguentava mais ter que engolir tudo e chega uma hora que o melhor mesmo é gritar isso no meu Mundo Perdido. Mas também provavelmente essa seja a última coisa que escrevo aqui sobre você,porque é pra frente que se olha agora... 
Até um próximo sinal de vida."

E naquela madrugada,toda a culpa em forma de dor foi embora,junto com o vento e as mágoas...
Valeu a pena Carol ? Sim. Mas valerá muito mais a pena seguir em frente com quem eu escolhi e do jeito que eu escolhi,mesmo sabendo que tudo poderá dar errado,eu não ligo. Tô bem melhor agora \o/
Beijos,


terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Unhas da Semana

  O esmalte da vez é beeem antigo (não vou falar o ano que comprei, se não vão começar a falar que minha unha vai cair), porém está em ótimo estado. Ele é o vedete da Ludurana (:






   Fiz unhas gêmeas de oncinha, com os esmaltes Felizes para Sempre (Risque) e o Vedete nas demais unhas. Para as manchas usei o Preto Sépia (Risque).

Esses  anéis são tão fofos <3 deixou com mais cara de menininha :3 


 E isso é a pulseira que a minha amiga Loh me deu e aproveitei pra usar combinando com essa unha *u*

Não resisti e tive que mostrar foto do meu cabelo junto com a unha *-*

  
   Por hoje é só,espero que tenham gostado (: e aos poucos eu tô voltando pro blog. 
Beijos,







domingo, 1 de fevereiro de 2015

Para quem gostar de ler (:

  Fiquei um tempinho longe do blog (e quebrei a meta de janeiro do ano,mas se possível concertarei nesse mês),e decidi que toda semana eu vou escrever coisas que vou percebendo e vivenciando. Já tive um blog,meio que como diário,e o que mais gostava nele,era de rever tudo o que passei e ver que no final tudo tinha dado certo (ou quase tudo,haha). Então essa parte do blog,é dedicada exclusivamente Para quem gostar de ler (: 



   E agora,me arrisco ou não ?




   Minha vida mudou muito nas últimas duas semanas. Seria estranho dizer que esse ano é a continuação do ano passado ? Como se eu pudesse voltar ao passado e ir concertando erro por erro...foi como se tudo começasse a se repetir. Como se eu já houvesse assistido esse filme antes,e soubesse o que aconteceria no final.
   Posso estar errada,passei dias lamentando,sem saber o que fazer,afinal,assisto o filme novamente ou coloco outro ? Bem,foi uma pergunta complicada de ser respondida. Até que parei e perguntei : "Carol,esse foi o melhor filme que você viu na sua vida ? Vai valer a pena assistir ele novamente ?" e a resposta foi meio que um não.



"E agora ? O que poderia fazer ? Posso errar tentando deixar tudo diferente,mas estaria errando mais ainda em deixar tudo igual."

Eu fiz uma pequena volta ao passado,um pequeno filme de cinco minutos. Pude ver tão claramente e ai começa um diálogo em mim:

- O que você tem a perder ? 
- Tudo.
- Mas se esse tudo valesse tanto,você não pensaria e nem teria desejo de poder mudá-lo. 
- Pode tudo dar errado novamente. 
- Mas e se der certo ? Já parou pra ver quanta coisa você errou no passado,e agora pode ter a sua segunda chance de poder fazer tudo dar certo.
- Sim,mas e se tudo der errado novamente,mesmo acertando tudo ? 
- Você nunca saberá. Olhe bem,o que você tem a perder no meio dessa história toda ? Você não está feliz,e muito menos satisfeita. Nada disso apareceu na sua vida por acaso,ninguém entra por acaso. E se tudo der errado,você já está acostumada,e é fazer o que sempre fizemos,seguir em frente juntas e esperar o tempo ir passando e levando com ele toda essa dor. E pelo menos teríamos um alívio enorme em saber que tentamos,mesmo sem saber o que aconteceria. 



   E o que eu tinha a perder ? Fui entendendo aos poucos que não era mais nada. Eu tinha um puta medo de arriscar. Quis pensar,quis adiar essa decisão,porém não tem como mentir para mim mesma. Infelizmente,acabei machucando mais pessoas do que devia no meio dessa decisão,mas sei que poderão superar...e a vida delas vão seguir em frente também,porque nada é em vão.

E quer saber ? É deixa acontecer o que tiver pra acontecer,tanto no melhor quanto para o pior.

Beijos,