Para quem gostar de ler: Camila! - Mundo Perdido da Carol

sexta-feira, 22 de março de 2019

Para quem gostar de ler: Camila!

        Mês passado aconteceu uma coisa engraçada na minha vida. Tem coisas que passam várias e várias vezes, a gente ouve, a gente vê, a gente até as vezes sente alguma coisa. Mas não repara, não enxerga, não escuta. Existem uma pequena diferença nessas palavras, sutis, mas que modifica todo o sentido. E assim foi a música Camila da banda Nenhum de Nós na minha vida: ouvi por 20 anos e nunca reparei o real sentido da história da Camila. 


       Acredito que uma parte das pessoas que lê o meu blog conhece nem que seja um pouco das músicas clássicas do rock nacional, eu incluo Camila nessa lista. É uma música que particularmente o meu pai gostava, então desde muito cedo eu a escuto. Mesmo que no início não tenha sido da minha vontade e não fizesse a mínima importância, apenas fosse a "música da Camila". Com o tempo eu mudei, fui crescendo e passei a gostar bastante desse estilo de música. Confesso que Camila nunca foi uma das que eu mais gostava da banda Nenhum de Nós, sou apaixonada por Julho de 83, mas de vez em quando ela tocava novamente. 



       Mês passado tive vontade, pensei: ah, vou colocar agora a música clássica pra mim que define essa banda: Camila Camila. Foi quando pela primeira vez eu a escutei e entendi do que se tratava. E me arrepiou até a alma, me chamou atenção como nunca antes, com uma beleza tão grande quanto a dor de cada verso. Não é uma música de amor, é uma música de um relacionamento abusivo. 


       Camila era uma jovem que se apaixonou por um cara que era extremamente violento. É possível ver teu sofrimento após a uma festa, noites em claras de longos choros e dor que não parece ter fim. O seu enorme medo de uma agressão física retratado com o medo das mãos do seu companheiro. A vergonha de ter sido violentada e se olhar no espelho e enxergar aquelas marcas. Sentir-se culpada por algo que ela nunca teve sequer um pingo de culpa. Vivendo com um controlador, que a vigiava o dia inteiro. Sendo manipulada e obrigada a aguentar muitas coisas, com o medo maior do pior acontecer no dia seguinte. Para Camila, cada passo dado era pisar em ovos. Pobre Camila, teve que passar por tudo isso tão jovem. 


        Essa música me tocou, por não ser apenas a história da Camila, e por ser também das Carlas, Isabeis, Marias, Mônicas, Luízas, Lorenas, Déboras, Helenas e de várias outras mulheres. Infelizmente, é uma realidade muito dura e cruel. Vivemos em um mundo em que a taxa de feminicídio é alta. No dia das mulheres desse ano fui surpreendida com a notícia da morte da Isabela, uma mulher jovem de 19 anos que foi MORTA queimada pelo NAMORADO, após ter sido estuprada pelo cunhado. O namorado a encontrou desacordada na cama do cunhado, ela nem teve a chance de se defender de tamanha crueldade e logo em seguida, vem outra tão ruim e pior quanto. Essa foi uma das notícias que eu nem consegui rebater, fiquei em choque com essa perversidade. Isso me fez não querer existir nesse mundo, nem que fosse por um breve  momento. 


       Não é fácil, estamos a luta por um mundo melhor. Para que histórias como a da Camila e Isabela, entre tantos outros nomes, se repitam cada vez menos. Vivo com essa esperança!



     

20 comentários:

  1. Eu não conheço esta música, mas já tive esse toque de realidade com a música do The Police, Every breath you take, que o povo pensa que é amor, mas é de um perseguidor, que se acha dono da pessoa.
    Vi essa notícia que você comentou, e não dá para dizer quem foi o pior da história, talvez o namorado, porque ao invés de socorrê-la e entender, ele assumiu uma verdade e deu um fim trágico. Espero que com essas vidas que se vão, o mundo comece a ver que as coisas não podem e não precisam acabar assim

    Zíper Chique

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não ouvi ainda essa música (não que eu me recorde), mas vira e mexe isso acontece se tratando de músicas. É sempre uma surpresa.
      Foi uma notícia péssima, até hoje não digeri muito bem essa situação.

      Excluir
  2. Não conhecia esse livro! A história parece ser bem bacana. Adorei saber um pouco mais
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é livro, na postagem inteira falei sobre a música Camila Camila da banda Nenhum de Nós.

      Excluir
  3. Acredita que não conheço essa música? Vou ouvir depois
    A coisa não está nada fácil em ser mulher nesses tempos. Não podemos confiar em namorados/maridos de anos, não podemos confiar em quem acabamos de conhecer, nem em chefes, amigos ou parentes. O mundo está louco.
    beijos
    lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa! Não conhecia a música e fiquei chocada com a letra. Infelizmente é um tema tão vívido em nossa realidade, e é um fato que me deixa muito triste, ainda mais quando vejo esses casos horríveis como o da Isabela. Mas é bem isso que você disse: que sigamos lutando por nossa liberdade e esperando que o amor prevaleça nos humanos um dia!

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um choque cada vez maior. Concordo com o que tu disse ♥

      Excluir
  5. é sério? não sabia disso e vou ouvir agora!
    amo Julho de 83 tbm! conheci eles com essa música!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouve e repara bem na letra xD. Julho de 83 é um clássico, ainda é a minha preferida, mas agora junto com Camila Camila.

      Excluir
  6. Nossa nunca parei para prestar atenção, agora quando escutar vou entender melhor essa canção. Maravilhoso esse post e esse alerta

    beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  7. Eu nunca parei para refletir sobre a letra da música Camila, gostei muito do seu post e a forma com que abordou.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  8. Nossa Carol, adorei esse post de verdade, pra você ver como é dificil perceber um relacionamento abusivo e parar de romantizar atitudes como se fosse " cuidado",essa banda eu escutava bastante na adolescência, mas não lembrava dessa musica, vou ouvir. Esse caso que você citou e assustou demais e o pior não foi o único no dia das mulheres. Eu demorei 5 anos pra me livrar de um relacionamento assim e sou grata por ter saído.

    Visite: https://www.espacodamica.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relacionamento abusivo é difícil de sair, entendo você ter demorado 5 anos. Fiquei bastante tempo em idas e vindas com alguém assim, é um pesadelo. O pior é que quem olha por fora nem sabe do que tá acontecendo, facilmente você sai como a louca. Enfim, fora diversos casos mesmo no dia das mulheres. Foi um verdadeiro show de horror...

      Excluir
  9. É ótimo quando entendemos uma música. A realidade do feminicídio é muito cruel.
    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu sempre ouvi muito essa música, pois o meu nome é Camila, muitos falavam dela pra mim e sempre gostei dela, mas nunca tinha parado para pensar na letra da forma que você descreveu aqui, é bem mais triste e reflexiva do que eu pensava.

    Blog Vinte Primaveras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu demorei para prestar atenção nessa música. Ela é bem profunda mesmo...

      Excluir

♥ Comentem
♥ Caso não tenha uma conta no google, deixei a opção de comentar anonimamente
♥ Contato: carol_cruz1997@hotmail.com