segunda-feira, 24 de abril de 2017

Coisas que não te contam sobre a faculdade de Design de Moda

O que ninguém conta, mas como já falava a minha mãe: Caroline, você não é todo mundo!

  Antes de entrar para a faculdade de moda, eu seguia algumas blogueiras e youtuber que eram da área e ficava imaginando "Como deve ser esse mundo maravilhoso da moda? Um dia será eu." e esse dia finalmente chegou, e ficou marcado como 09 de março de 2016. Cresci e apanhei o bastante, percebendo que um dia eu poderia ser a blogueira que faz moda que alguém acompanha e pensa em fazer também (já li dois comentários de meninas que queriam fazer moda). Então eu vim contar abertamente o que ninguém conta. Se interessou? Então vem comigo!


Gostar de Moda não é o suficiente para cursar a faculdade. 

  Não, não é mesmo. Moda é muito mais do que costurar, do que um simples desenho, revistas, celebridades, esquadrão da moda (que eu não suporto). Moda vai além do vestuário. Ela está nas ruas, nas casas, no modo de falar, de comer, nas atitudes, etc. 
  Para criar uma coleção exige inúmeros processos: pesquisas, criações de painéis, vários desenhos (croqui, desenho técnico), seleção dos materiais, criação dos moldes, costura, criação da peça piloto, etc. É um processo bem extenso, não acontece de um dia para o outro, são vários diálogos entre os setores para sair da forma planejada no croqui, que também pode sofrer algumas alterações. 



Não, não precisa saber desenhar ou costurar para fazer Design de Moda. 

   Por favor gente, quebrem esse mito! Se desenhar e costurar fossem pré-requisitos para se matricular no curso, eu nunca estaria fazendo esse post. Muitas pessoas do curso sabem desenhar e desenham desde criança. Assim como muitas outras já costuravam. Eu entrei sem saber nenhum dos dois. Eu não era apta em desenho e não possuía nem as noções básicas de costura.  
   Isso tudo você vai aprender logo nos primeiros semestres da faculdade. Você aprende com as técnicas corretas e eu melhorei muito, porque as minhas professoras dessas disciplinas foram ma-ra-vi-lho-sas. 


Um desenho meu antigo


Faculdade de moda é cara?

   Aqui no Brasil são poucas faculdades públicas de Moda, tanto que dependendo do lugar que você mora nem é válido se deslocar, porque os gastos seriam o mesmo de pagar uma particular. Mas, respondendo a pergunta: varia de instituição. Na maioria das vezes costuma ser o preço de uma faculdade normal, como qualquer outro curso.
  O que realmente fica bem caro na faculdade de moda são os materiais gastos. São muitos para modelagem, desenho, costura. Sem contar com os trabalhos ao decorrer do semestre. Sempre um gasto novo :(




Faculdade de moda é fácil?

   "Super fácil, eu só tenho que ir lá e assinar meu nome na frequência e já ganhei dois pontos. Eu só preciso ler revista, assistir desfiles e rabiscar. Basicamente é essa a minha função. "

   Ironias a parte, isso faz bastante gente desistir da faculdade de moda. Vai dando uma de louco e se ingressando achando que vai ser um curso super fácil. Tu falta uma aula e perde tanta matéria que tu jura nunca mais faltar. Você aprende a ir doente para as aulas sem desmaiar ou morrer. 
   São vários trabalhos práticos por semestre, é tanto trabalho que você sabe que sempre vai dar tempo, mesmo que vire a madrugada e vá no dia seguinte morrendo de sono. 



E o mais polêmico: uma breve introdução de alguns seres humanos que você vai encontrar na faculdade.

Pessoas com ar de superioridade: você vai encontrar muitas, boa parte do curso é assim. Pessoas semestres a frente e já se achando melhor, pessoas formadas que vão querer pisar em você, até professores vocês encontram assim. Sim, meus amores, é estranho ver pessoas que eram para te puxar para cima tentando te derrubar, mas a gente vê alguns. Minoria, mas existem.
   Eu já passei bastante raiva em eventos de moda, principalmente backstage por ter gente querendo mandar no outro (o certo é orientar), só porque está a um semestre na sua frente ou recém formados. Pensem em um nojo! 
   Já vi também alunos só porque foram chamados para alguns trabalhos se acharem os fodões e imbatíveis,  esquecendo que o mundo da moda é cheio de altos e baixos. Foi o primeiro alerta de um professor no primeiro semestre. 
    
Pessoas extremamente competitivas: gente, chega a ser bizarro. O mundo é uma grande competição, mas as vezes passa do limite. Guerrinhas entre instituições, semestres e turmas. É um saco ver um "sabotando" o outro. 

Pessoas legais: vão existir. Em nome do considerado, existem muitas pessoas boas, que não pisam em você para tentar subir ou que vivem tentando ter um trabalho melhor que o seu. 


Esforço e determinação é tudo (ou quase tudo).

   Eu sou bem determinada e esforçada, isso ninguém pode discordar de mim. Eu vivo me matando para fazer trabalhos legais e tirar notas boas, em todos os projetos que eu me envolvo, dando certo ou não, eu sei que me esforcei. 
   Aconteceu uma coisa bem chata, foi o que me fez criar logo esse post. Eu passei as últimas semanas me esforçando bastante para um projeto (ficou lindo) que eu tive a sorte de ser selecionada. Eu não ganharia nada com esse projeto, além de reconhecimento do mercado de trabalho. Formei dupla com um menino da faculdade de moda "concorrente" de Belém e foi maravilhoso. Adquiri bastante experiência (foi o que me motivou a entrar no projeto) e juntos desenvolvemos uma coleção inspirada no raio-que-o-parta, um movimento arquitetônico daqui de Belém. Algumas peças tinham duplas funções, pensando em um design funcional. Foram croquis editados no photoshop, junto com os painéis e o release. Todos os professores dele amou, todo mundo que viu o projeto jurava que ia ser aceito. E ia mesmo! 
   Hoje mandei uma mensagem para a minha dupla para saber se fomos selecionados. Descobri que não, porque eu não fui no local "certo" entregar, não assinando os documentos. Eu perguntei na segunda-feira passada para a "orientadora" do trabalho (vou colocar aspas, porque não é bem orientadora e eu não posso citar nomes) se poderia entregar para ela na minha faculdade, já que ela também trabalhava lá. Ela respondeu que poderia, porém não queria misturar as suas duas funções e só perderíamos pontos. Eu e uma amiga fomos entregar para ela o trabalho, porque eramos as únicas do projeto que estudava a tarde (horário que a reunião foi marcada), e não poderíamos faltar, já que as provas eram na semana seguinte. E entregamos de acordo com o segundo combinado. No momento da entrega, a "orientadora" falou que ia ver como ia ficar a nossa situação (minha dupla e a dupla da minha amiga), já que ela não pode comparecer a reunião (que ela mesmo marcou) e deixou apenas um documento para as pessoas que entregassem assinar. 
   A semana passou e nada do resultado, então eu fui perguntar para a minha dupla se já tinha saído o resultado e ele me contou que saiu na quinta-feira, não tiveram nem a consideração de ligar avisando que nos desclassificaram (junto com a dupla da minha amiga). Eu fiquei: "O QUÊ? COMO ASSIM? EM MOMENTO ALGUUUUM DO PROJETO ELA FALOU QUE ISSO DESCLASSIFICARIA.". Gente, eu fiquei muito chateada. Não pelo fato que o projeto não foi aceito. Isso é o de menos! O trabalho ficou lindo, disso eu tenho certeza. Eu fiquei chateada pelo fato dela me desclassificar depois de falar que poderíamos entregar direto para ela. Ela sabia do motivo da nossa falta na reunião, que nem a Bella compareceu. Duvido muito que ela tenha olhado os projetos, olhado o esforço ou algo do tipo antes de nos desclassificar. 
   Não sei muito bem dessa história, eu soube bastante por fora que provavelmente ela tinha proximidade com os selecionados. Se é verdade? Não sei, mas depois de tudo o que passei e vi pessoas passarem no mundo da moda, não duvido nada. Fica aí o alerta para você que pensa em fazer moda. Muitos vão passar por você, sem olhar direito para a sua cara. 
   Sai de cabeça erguida, o trabalho ficou lindo e maravilhoso. Não foi aceito ali mas pode ser aceito em outros lugares, sem problema algum. Espero muito que os selecionados façam trabalhos lindos, façam o que faríamos no lugar deles, já que as garotas da tarde estavam ocupadas demais estudando e não tinham tempo de comparecer reunião alguma. Torço muito por todos, independente do que tenha acontecido comigo no meio do processo. E é assim que devemos ser sempre (ou quase sempre). 




Recapitulando: Seja diferente.

   Em hipótese alguma seja igual alguém que te pisou. Deixe que essas pessoas se situem ou caiam com o tempo. Pisar em quem te pisou não te torna superior, te iguala. Fazer o que eles fizeram contigo em outras pessoas, te torna pior ainda. Seja competitivo de maneira saudável, nada de boicotar o trabalho do amiguinho, ok?! E seja legal com todos e humilde acima de tudo. Lembre-se sempre das pessoas que te ajudaram a chegar aonde chegou e de ajudar outras pessoas a subirem também. Aprenda a cair e também levantar, melhor do que antes, sempre!

______________________________________________________________________
Espero que tenham gostado! Ficou longo e eu nem contei tudo (vai ter parte 2). Sentia necessidade de fazer essa série de desabafos a meses, mas senti que a hora certa era agora, que estou no terceiro semestre, na metade da minha graduação tecnológica. 
   Conhece alguém que faz Design de Moda ou pensa em fazer? Manda esse post para ele/ela. Pensa em fazer moda ou já fez? Comenta e vamos trocar figurinhas ♥. É de outro curso? Me conta um pouquinho do que ninguém conta sobre ele. 


Beijo,


24 comentários:

  1. Aff, Carol, acho que eu teria matado a orientadora.
    Muita sacanagem.

    Gostei de saber um pouco mais sobre a faculdade de Moda. Amo a parte de croquis e corte e costura, apesar de não saber costurar.

    Chiquereza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vontade é exatamente essa Nah, quero a cabeça dela em uma bandeja pra mim. Mas é aquilo: vida que segue!

      Excluir
  2. Carol amei o post, fiquei chateada tbm em saber que desclassificaram voces sem pelo menos uma explicação. Mas tenho certeza que vão conseguir vencer os obstaculos.
    bjos amei o post

    dicasdachil.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falta de profissionalismo total! E o pior é que são pessoas que contribuem para a formação de Designers de Moda. Tão sem ética, com tão pouco profissionalismo, por isso esse mundo tá desse jeito.

      Excluir
  3. Não tenho vontade de fazer essa faculdade, mas adorei esse posto. E pra referências futuras, adorei saber que não precisa saber desenhar e costurar pra começar a fazer a faculdade, não sabia disso, haha.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Carol! Sim, não precisa entrar sabendo desenhar ou costurar. Você aprende tudo isso lá dentro, com as técnicas certas.

      Excluir
  4. Antes de cursar jornalismo pensei em fazer moda, mas vi que não era muito a minha praia. Como você disse o curso vai além do simples fato de gostar de moda. Adorei o post, beijos
    www.achatadebatom.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é! Mas se fosse o caso, da para ser jornalista da área de moda.

      Excluir
  5. Olá Carol,

    Já terminei a faculdade de moda há um certo tempo e desde então nunca consegui um emprego decente como estilista. Antigamente, o auge era copiar os modelos das revistas, desfiles internacionais e etc.. e hoje em dia pessoas que nunca fizeram uma faculdade são bem notados do que ao invés de algum que pagou, se esforçou e etc.. não consegue emprego = meu caso.

    O que você disse aí é o certo!! Espero não te desanimar com o meu desabafo.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não me desanima não! Eu sei bem dessa realidade, que é muito triste, afinal para criar uma marca e uma coleção não precisa ser formada em moda. Foi o caso da Sasha: antes de INICIAR a faculdade de moda, já foi chamada para criar uma coleção para a Coca-Cola. Ah, façam-me o favor!

      Excluir
  6. Que legal seu poste amei... E sou por fora de moda.
    Mas não tenho vontade de fazer este curso não
    boa sorte pra vc.

    obrigada pela visita.
    http://blogdaadilene.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que post maravilhoso Carol!
    Sou formada em Design de Moda, e quando entrei no curso só sabia fazer bonecas de palitinho e nunca tinha chegado perto de uma máquina de costura! hahaha
    o curso é encantador, e como minha prof sempre dizia, é 99% dedicação e 1% talento, pois tudo se adquiri com o tempo ♥
    Parabéns pelo post e sucesso nessa área fantástica! ♥
    Beeeijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz, muito feliz mesmo de saber que não fui uma das únicas que entrou sem saber quase nada. Comprovação da realidade! A gente aprende muito naquele curso!
      Obrigada <3, sucesso para nós!

      Excluir
  8. Oi Carol!
    Li toda sua história com o curso e só tive certeza de uma coisa: faculdade é igual pra todo mundo hahahaha tem seus altos e baixos, gente pra ajudar e também pra te ferrar, aliás, isso é o que mais tem. Muita gente do meu curso também desiste, acha que é fácil e depois se surpreende. A gente aprende muita coisa não só na sala de aula e cada dia é uma surpresa nova. Adorei conhecer sobre o seu curso! Tenho uma ex colega de escola que cursa a mesma coisa e já está fazendo TCC, e ela posta fotos tão legais! Uma hora vou fazer um post sobre o meu também :)

    Beijinhos
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu falei bem da minha área, mas eu sei que não é diferente para os outros cursos não. Pessoas ruins estão espalhadas pelo mundo, em todas as áreas.
      Nem me fala em TCC, daqui a um ano é outro dilema.
      Faça o post sim, vou adorar saber mais sobre teu curso <3

      Excluir
  9. Olá tudo bem?
    Obrigada pela visita.
    Gostei do post bem bacana falar assim sobre sua faculdade,
    dificilmente as pessoas falam a realidade, eu gosto de moda,
    mas sei que não encararia essa faculdade, mas acho bem bacana.
    Tem que ter determinação e enfrentar os desafios como qualquer outro curso.
    Beijos!!!
    http://bemcandy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eu via muito post básico, falando superficialmente do curso, assim como todos os outros cursos. Por isso eu vim fazer diferente, os que eu cursar vou falar sim o que penso, vou é falar tudo!

      Excluir
  10. Eu adorei saber sobre o curso de moda amiga, e realmente, nosso curso nem sempre é o que parece, no seu caso, não precisa ser expert em desenhos e não existe curso fácil, todos eles tem seu grau de dificuldade.
    E muito paia essa questão de colegas da faculdade e a falta de compromisso... Já aconteceu diversas vezes comigo e infelizmente, fiquei mais individualista com todos. =/
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, não existe cursos fáceis e todos tem a sua parte do capiroto. Iludido é aquele que acha que vai entrando achando que é fácil.
      Eu não sou muito individualista, mas confesso que sou fechada em grupos. Não da pra confiar em todo mundo.

      Excluir
  11. Típico de todo curso, sempre tem muitos trabalhos, nunca é como todos acham, sempre tem aqueles que querem te deixar pra baixo se sentido superiores isso é muito ruim. :(

    Infelizmente essa é a vida!


    Beijinhos.

    sempremorenaantenada.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, verdade. O jeito é só não se tornar um deles e tá ótimo. Vida que segue.

      Excluir

♥ Comentem
♥ Caso não tenha uma conta no google, deixei a opção de comentar anonimamente
♥ Contato: carol_cruz1997@hotmail.com