04 setembro 2020

Vamos Falar Sobre o Setembro Amarelo

      Setembro Amarelo é o mês da prevenção ao suicídio, uma campanha bastante conhecida e amplamente divulgada nos últimos anos. Segundo o site oficial da campanha, são registrados cerca de 12 mil suicídios anualmente em todo o Brasil e mais de 1 milhão em todo o mundo, sendo 96,6% relacionados a transtornos mentais. 


     São fatores de risco quem possui alguma doença ou transtorno mental, como a depressão, transtorno de bipolaridade, esquizofrenia, transtornos de personalidades em geral, entre outros. Quando não diagnosticados e tratados, podem ser um risco a saúde e levar ao suicídio. 
       Alguns aspectos psicológicos também podem ser um gatilho, como abusos físicos ou sexuais, perdas recentes, conflitos de identidade sexual, condição social e financeira, desemprego, outros problemas de saúde. O profundo desânimo e a falta de esperança são dois grandes alertas.


     Como não sou psicóloga (embora ainda quero muito ser), não tenho autoridade para poder falar  sobre doenças ou transtornos mentais. Mas quero falar o básico da depressão e em outro post falar algumas coisas que me ajudaram a ficar melhor e como convivo com essa doença.
      Segundo o site oficial do Ministério da Saúde, a depressão pode ser um fator genético, problemas na bioquímica cerebral ou algum evento desencadeador. Em todos esses casos existem tratamentos específicos, que devem ser feitos com acompanhamento psiquiátrico e psicológico. 


       Infelizmente eu fui diagnosticada com depressão em 2015, mas ela existe na minha vida desde 2013. Desde então tive épocas com a depressão "atacada" e épocas em que ela estava "dormente" (leigamente dizendo). Já faz um ano que faço acompanhamento com psicóloga e três meses que voltei a recorrer acompanhamento psiquiátrico. Agora que conciliei ambos estou vendo um resultado melhor. 
      Sei que o buraco é muito mais em baixo, agora em época de pandemia houve uma crescente procura de psicólogos e psiquiatras, além de uma grande dificuldade em conseguir uma vaga em algumas redes públicas de saúde. Sei que também possuem algumas cidades do interior que não possuem assistência e muitas pessoas acabam sofrendo com isso, além de pouca condição financeira e falta de tempo. 


    Ainda sim é de extrema importância falar sobre esse tema, levantando a bandeira amarela e repassar informações importantes. Deixei linkado ao decorrer do post os sites de referência, como o próprio da campanha que possui uma cartilha informativa, então não deixem de ler. Caso sintam  necessidade, recomendo que recorram ao CVV (Centro de Valorização a Vida) que realizam apoio emocional, de forma gratuita e com total sigilo, funcionando por ligação e chat online. 
  

*As tirinhas e imagens não são da minha autoria e foram todas retiradas do google. Caso alguma pertença a você, me comunique para que eu possa inserir os créditos.
__________________________________________________________________________________________
       Espero que tenham gostado! Esse é um tema que costumo falar o ano inteiro, mas é a primeira vez que levanto a bandeira aqui no blog no mês de setembro. Convido as minhas amigas criadoras de conteúdo a falar também um pouquinho sobre o tema, porque quanto mais informações, melhor ♥. 

Beijos,



24 comentários:

  1. Minha história com a depressão é muito esquisita, em uma época da minha vida tudo estava muito pesado e o sentimento de vazio me consumia todos os dias, cheguei e emagrecer bastante e foi aí que ficou evidente pra todo mundo que algo estava errado, então procurei um clínico (já que não queria assumir pra mim mesma que estava com essa doença) mas ele mesmo me passou antidepressivos (não sabia se ele podia receitar isso mas só confiei nele e fui), só que não serviram pra nada mas foi aí que passei a me informar e me entender, busquei ajuda e até hoje sigo estudando sobre o assunto.
    Hoje em dia eu consigo me virar nos momentos ruins sem os remédios e assumir essa doença pra mim foi a melhor coisa que fiz na época <3 Assim como você eu tenho muita vontade de estudar psicologia, acho incrível e quando houver oportunidade eu me jogarei nos estudos!
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente clínico pode receitar sim, não tem muito problema, embora seja importante nesses casos acompanhamento psiquiátrico. E pena que não te ajudaram tanto, as vezes acontece. O importante é que você conseguiu se estabilizar de alguma forma e está bem. Espero muito que também consiga cursar psicologia <3.

      Excluir
  2. Muito importante falar mais sobre isso, pois pode ajudar mais pessoas
    Charme-se

    ResponderExcluir
  3. é sempre bom e importante falar sobre temas como esse
    parabéns pela atitude e pelo post

    beijo
    A mina de fé

    ResponderExcluir
  4. Amei esse lembrete Carol...
    Eu teu TAG .. e sei como é difícil lidar com isso...
    E vamos juntas levantar essa bandeira SETEMBRO AMARELO
    Beijinhos
    Cátila Santos

    ResponderExcluir
  5. Ótimo post, Carol, de extrema utilidade! Também faço acompanhamento psicológico e sei o quão importante é!

    Bom findi!
    tipsnconfessions.blogspot.com
    instagram.com/raquel_tips

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que também faz acompanhamento psicológico e gosta <3.

      Excluir
  6. Infelizmente eu já ouvi várias das frases da primeira ilustração do post. Depressão é coisa séria e deve-se procurar tratamento, não é frescura, é doença, o problema é que as pessoas não vêem fisicamente os danos dela, mas a gente sabe o quanto ela faz mal pra mente. Amei o post e o fato de vc ter levantado a bandeira amarela. Eu tbm falo sobre isso o ano todo, inclusive tem post no blog sobre o assunto, mas em setembro as pessoas ficam mais propícias a nos ouvir e entender por causa da campanha.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente poucas pessoas levam a sério, é complicado. E concordo contigo, muitas só nos ouvem nesse período de setembro...

      Excluir
  7. OI querida! Que importante seu post! Meu marido perdeu a seu filho da 21 anos, em janeiro. Estavamos tirando ferias em Santa Catarina quando chamaron que ele se suicido. E importante para os jovens acompanhar os , achei otimo este post, porque e um tema que ninguem quere falar!!! Obrigada por publicar! Beijao bem grande! e te espero por o meu blog!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito triste :(. Infelizmente anda cada vez mais comum conhecer alguém que cometeu suicídio. É algo sério e triste. Espero que essa campanha ajude muitas pessoas.

      Excluir
  8. Acho que você seria uma excelente psicóloga
    Beijos ♡ Blog | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  9. Setembro amarelo é uma campanha muito importante. Adorei a postagem sobre o assunto.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  10. Eu sei que esse assunto DEVE ser mais conversado, mas eu particularmente não gosto de fazer sobre. Em 2013 eu cheguei no meu fundo do poço, com automutilação e tentativas de suicídio, e tenho certeza que as pessoas ao meu redor perceberam e fingiram que não estavam vendo nada... Hoje em dia estou melhor, mas não 100%. Queria muito poder ter um acompanhamento, mas não tenho grana e aqui na minha cidade tudo é uma m****.
    Mas é como eu disse, eu não gosto de falar sobre isso. Mesmo assim te desejo forças, e desejo forças a todos que estejam passando por coisas ruins e fases difíceis.

    www.eudeliricoblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente por muitas pessoas ainda não entenderem a gravidade e achar que é frescura, que esse assunto tem que ser debatido sim. Mas eu entendo o fato de você não gostar, é delicado para muita gente. E foi muito triste o que te aconteceu.
      Espero que tu consiga algo pelo SUS, embora ainda seja complicado mesmo em muitas cidades.
      Obrigada, também te desejo forças :)

      Excluir
  11. Realmente é um assunto que deve ser mais debatido pela sociedade, principalmente para começarmos a repensar algumas rotinas e hábitos. Faço terapia há alguns anos e sei da enorme diferença que faz ter alguém profissional com quem podemos abrir o que sentimos, muitas vezes, se começarmos a tratar os problemas desde cedo, talvez esse vazio nem chegue

    link text

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, concordo contigo. Se eu iniciasse a terapia quando tudo estava ainda bem, talvez eu não teria caído tanto.

      Excluir
  12. Olha, o Setembro Amarelo é tão dúbio pra mim sabe? Algumas pessoas usando só pra se promover, mas muitos e muitos é apenas da boca pra fora. São os que, no resto do ano, atacam pessoas com depressão e afins. Eu convivo com isso desde q me entendo por gente, primeiro com a minha mãe e toda a familia dela. Hoje até acredito que meu caso seja fortemente genético e tá ok. As pessoas esquecem que o cérebro também é um órgão, como o coração e os demais e tá tudo bem ele precisar de tratamento. Tem gente q vai tomar remédio de pressão pro resto da vida e é válido, mas se tomar ansiolítico vc é viciado e afins? Ahhh...rs..
    Não acredito muito na cura, mas com o tempo aprendemos a lidar e levar a coisa com mais suavidades. Mas crises sempre vem e vão e seguimos.

    Bjukas!
    www.unhasetudo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, eu não quis mencionar essa parte de muitos ser de boca para fora porque é algo que eu discuto no facebook e instagram. Mas para mim é bem decepcionante, ver pessoas que sempre falaram que a minha depressão e ansiedade é frescura, que meu tratamento nunca funciona porque eu sou uma bosta, levantando a bandeira apenas nesse período. Mas gente assim eu quero é que vá para a casa do caralho e não vale a pena acabar com algo lindo e importante por conta disso.
      Realmente pode ser genético, quando falta algo é necessário sim a medicação e está tudo bem. As vezes pode ser sim de forma permanente, para controle e evitar crises. Mas em muitos casos tem sim uma cura, principalmente se tratado corretamente.

      Excluir

♥ Comentem
♥ Caso não tenha uma conta no google, deixei a opção de comentar anonimamente
♥ Contato: carol_cruz1997@hotmail.com

© Mundo Perdido da Carol 2013 - 2018. Todos os direitos reservados.
Layout e codificação: GLEICY HANER - DESIGNS E FOTOGRAFIA .
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo