segunda-feira, 3 de abril de 2017

Para quem gostar de ler: Por ter perdido um quase amor

"Não não vá pensar que eu chorei por você" - Reação em Cadeia

   Reza a lenda que os librianos costumam ser indecisos. É verdade? Não sei, não acredito em signos. Mas eu me considero bastante indecisa. Na maioria das situações que vivo, não faço ideia do que fazer. Não faço ideia nem do que estou fazendo! Não é atoa que os melhores momentos da minha vida não foram nada planejado. Se me contassem no passado a metade do que vivi em três meses de 2017, eu não acreditaria.



    A ficha aos poucos caiu, mas, qual é o meu problema? Acreditar e se entregar as pessoas de corpo e alma deveria ser visto como qualidades. Poucas pessoas são assim no mundo de hoje. Sempre da errado, e é esse o melhor do pior. Quantos "Quase Amor" ainda tenho a viver nessa vida? Já foi a época que eu me importei! 



  Sempre acaba, sempre acaba mal. Sempre acaba para o nosso melhor? Não sei, mas o gosto da volta por cima não tem preço. Mudar para o que você acha melhor e necessário. Ter tempo livre para executar todas as vontades, sem ter que pensar no que pode acontecer caso eu saia em um sábado a tarde para beber com o meu melhor amigo ou outra pessoa qualquer. Sem ter que pensar no que pode acontecer caso eu suma por uma semana e meia do whatsapp. Sem ter que cobrar de alguém algo recíproco. Algo que só existe no começo, porque dias depois a pessoa já está mais indecisa do que um libriano de humanas em prova de exatas. 




  Eu pensei que me importaria mais quando ouvisse a música que você me mandou. Não me importei em rever sozinha um filme que me lembra você. Acho que eu nem me importei com as perguntas que me fizeram sobre você. Parei de me importar quando vi que não era nada do que imaginei. Sem aquela história de "destaque na multidão". Virou apenas um rosto estranho para mim. Será que eu te reconheceria pelas ruas? Ficou tão parecido com todos os outros que não reconheço mais as fotos que insisto em guardar de lembranças, junto com várias outras, na pasta "Lembranças de 2017". 



   Apesar de tudo ainda amo tudo o que vivemos, ou melhor, vivi. Virou uma das minhas lembranças preferidas. Eu amo o resultado das fotos, eu amo todas aquelas músicas e filmes, amo o que aprendi em pouco tempo, amo a pessoa que eu fui/me tornei com você e com várias outras pessoas que me conheceram naquela época. Mais plena e maluca do que no ano passado.  



   Esse texto é a continuação desse texto aqui, e é totalmente em aberto. Foi um texto que me inspirei nos acontecimentos da minha vida e na música Quase Amor. Escrever no blog se tornou uma forma de registrar os acontecimentos, como se fosse um diário. Então espero que tenham gostado ♥. 




"Queria consertar, tudo o que aconteceu
Mas na verdade sei que este erro não foi meu
Eu destilei meu sangue em algo forte
Pra que eu pudesse me sentir melhor
Mas do contrário eu me senti pior
E usei deste artifício pra ocultar a dor
Por ter perdido um quase amor..." ♫
(Reação em Cadeia)



  

8 comentários:

  1. Eu adorei a continuação da história, e fico muito feliz que tenha optado em continuar.
    Amo histórias assim porque me identifico, ainda mais no sofrimento por amor. E como sou libriana, sou muito romântica, indecisa e iludida também. kkk
    Porque fico esperando a mesma retribuição de amor da pessoa, que em troca me da desprezo e dor.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofrimento por amor une todo mundo nesse blog! Ainda mais os jovens, porque somos só corações despedaçados.
      Eu não espero mais nada reciproco, acho que fui parando de me importar. Tanto que agora eu nem me importei, nem um pouco e só me dei conta semanas depois.

      Excluir
  2. Oi Carol, tudo bem?
    O blog também já foi um diário para mim. Bem no início.
    Gosto da forma como escreve. Excelente texto como sempre.
    bjO

    Dany
    Blog Breshopping da Dany
    Conheça também o Breshopping da Dany KIDS

    ResponderExcluir
  3. Acho que o blog é um diário que a gente nunca vai perder, são memórias ótimas <3 pelo visto 2017 tem sido cheio de acontecimentos, amores vêm e vão e é sempre importante a experiência :)

    Beijos
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A experiência é tudo mesmo! Eu gosto muito de escrever esses assuntos no blog, ainda mais quando sei o momento certo de falar sobre isso. Une as pessoas de coração partido.

      Excluir
  4. Lindo texto, e como você disse não tem nada melhor que o gosto de ter dado a volta por cima.
    Bjs

    www.jayhanadenardi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

♥ Comentem
♥ Caso não tenha uma conta no google, deixei a opção de comentar anonimamente
♥ Contato: carol_cruz1997@hotmail.com